Cartas de Jane

Quando palavras fortes sobre as intenções de Deus impactam a Terra, como fizeram em Richmond na celebração do 50º aniversário, temos a opção de respondê-las. Nossas respostas podem variar dependendo de onde estamos em nossa caminhada com o Senhor.

Alguns podem dizer: "Ah, eu não consigo fazer isso", quando começam a circular pelo inventário pessoal de "consigo e não consigo" com base em sucessos ou fracassos do passado. Isso é um grande erro! Alguns podem imediatamente encarar um inimigo comum chamado medo e permitir que ele domine os domine por inteiro.

É claro que o inimigo dá todos os motivos pelos quais as palavras fortes de Deus são apenas palavras simples, pensamentos tolos e sem mérito. Não poderiam ser de Deus.

Em sua mensagem de domingo em Richmond, Graham Cooke disse: “A diferença entre o cumprimento de uma promessa e apenas uma liberação parcial dela está literalmente ligada à qualidade da sua atitude e comportamento em relação à palavra que Deus liberou”.

Saudações com muito amor! Espero que você esteja desfrutando da Presença do Senhor cada vez mais. É a Sua Presença que nos define e é a partir da Sua Presença que todas as nossas atividades devem fluir.

Depois da nossa conferência em Richmond, e as declarações sobre a Aglow, senti um forte desejo de reunir a liderança de todas as “peças móveis” do ministério para buscar o Senhor. Senti que precisávamos orar juntos e conversar uns com os outros para ver quais partes de nossa história avançarão para essa nova era. Por isso, pedi à liderança que se reunisse em Seattle para uma mesa redonda.

Bem-vindos a um novo ano de exploração! Quem será Deus para nós este ano? Este será um ano marcado por primícias, pois cada dia apresenta oportunidades para novos começos. Ele fez todas as coisas novas!

O campo é nosso

Ao ler sobre Rute, minha atenção se voltou aos passos bem específicos que foram dados por ela desde recolher o que sobrava do campo até se tornar na proprietária do campo. Primeiro, ela lavou o seu rosto.Depois trocou de vestido. E, então, ela foi para o campo.

Deus tem levado a Aglow para dar diversos passos bem específicos nos últimos 50 anos, e Ele está nos guiando propositalmente enquanto começamos os nossos próximos 50 anos.

Graham Cooke encerrou a sua mensagem em Richmond, VA com uma profética palavra para nós, e se referiu a mim como uma guardiã das chaves proféticas. E é sobre as chaves proféticas em torno das finanças que eu quero falar com você nesta carta.

A identidade abre portas

Sabemos que a identidade é a chave para a transformação.

  • Os recursos vêm por causa da identidade.
  • Promessas são realizadas por causa da identidade.
  • Suas necessidades são atendidas por causa da identidade.
  • Sua herança é concedida por causa da identidade.

Na minha carta de janeiro, enviei um link da música Healing in His Glory, cantada por Lindell Cooley durante o avivamento de Brownsville. Tenho a escutado enquanto estou dirigindo, no meu momento de quietude, e enquanto estou no escritório. Espero que você a ache avivadora assim como eu. Há cura em Sua Glória.

Depois que Chuck Pierce falou em Richmond, VA, ele me perguntou se gostaria de passar um tempo junto dele. Aproveitando o seu comentário, o convidei para à sede onde passou uma segunda-feira de manhã com a gente. Sinto que você vai se interessar em ouvir as coisas que foram ditas.

Ver a Sua glória

Achei interessante Chuck ter começado o nosso tempo juntos dizendo "Ver a Sua glória é provavelmente o desejo do coração de cada um de nós". Ele disse que frequentemente tem compartilhado a diferença entre Saul e Davi. Davi desejava a Arca da Aliança. Davi desejava a Presença de Deus. Saul era um grande rei, mas ele não tinha vontade ou interesse em ver a Arca ser devolvida para Israel.